Saturday, 31 December 2016

Ideias para 2017



via GIPHY



Não sou uma pessoa de Resoluções de Ano Novo, mas este ano estou mais entusiasmada que o normal.
2016 foi um ano complicado para mim, de muitas mudanças e com coisas muito boas e muito más, mas isso agora não é para aqui chamado.
O que venho aqui escrever são ideias para Resoluções de Ano Novo.
Ideias concretizáveis e até mais criativas.
Então cá vai:

  • Comprem uma agenda ou criem a vossa agenda (por exemplo um Bullet Journal) e comecem a organizar-se;
  • Limpem as vossas carteiras e deixem-nas prontinhas para o proximo ano sem o lixo do que passou;
  • Estabeleça um orçamento semanal e tentem mantê-lo;
  • Revirem o vosso armário e tirem aquilo que não usam e deixem apenas aquilo que define o vosso estilo pessoal;
  • Cozinhem uma receita nova pelo menos uma vez por semana,
  • Digam que SIM a novas experiências;
  • Viagem mais, mesmo que dentro do nosso lindo país ou da vossa localidade; 
  • Se querem começar uma coisa nova como por exemplo um canal do youtube ou um blog, comecem-no agora;
  • tratem bem de vocês próprias, por exemplo com um banho relaxante ou até uma manicure. 
  • Tentem ler um livro por mês;
  • Todos os meses ouçam um albúm que desconheciam;
  • Façam uma tatuagem;
  • Desenhem a mesma coisa todos os dias por 30 dias e vejam a evolução do que desenharam;
  • Criem um Podcast Club, como um Clube de Livros mas em vez disso discute-se um PodCast que todos ouviram;
  • NÃO ESPEREM! COMECEM AGORA!
Aqui estão 15 ideias para o próximo ano, desejo a todos uma boa entrada em 2017 e prometo que seremos mais assíduas aqui no nosso cantinho.

-Salomé

Monday, 19 December 2016

Awesome Mixtape Volume No.1 // Christmas Edition



Lara Luís






Como o Natal já está aí a chegar, decidi dar-vos a conhecer uma selecção de algumas das minhas músicas de Natal favoritas, cantadas por alguns nomes que também gosto bastante. 
E assim apresentar um novo seguemento, que irá sair uma vez por mês aqui no blog, que são as Awesome Mixtapes, com tudo aquilo que me vier à cabeça nessa altura.

1 Must Be Santa - Bob Dylan
2 Last Christmas - Wham!
3 Winter Wonderland - Tony Bennett
4 Baby, It's Cold Outside - She & Him
5 Let it Snow - Frank Sinatra
6 Have Yourself a Merry Little Christmas - Micheal Bublé
7 Jingle Bell Rock - Daryl Hall & John Oates

 - Salomé

Sunday, 11 December 2016

The Sad Girls Christmas Wishlist

Não sabemos como andam as vossas árvores por aí, mas temos que admitir que gostávamos que as nossas tivessem umas quantas coisinhas especiais. Posto isso,  decidimos fazer o que a época natalícia pede (ao espírito da típica carta ao Pai Natal): a nossa wishlist oficial.




Admito, a minha wishlist é extremamenteredundante. Podia ser mais original, mas, o que querem? Acaba por dar jeito pedir coisas que dão realmente jeito, como roupa interior (como este conjunto adorável, a puxar ao vintage, de soutien e cuecas subidas), para pôr debaixo deste macacão preto, que dá sempre jeito, quando não se sabe o que vestir.

Claro que, para compôr tudo, nada como o Cherry Skies e o Subversive Socialite da NYX, que muito gostaria que me calhassem no sapatinho este ano; sapatinho esse que bem poderiam ser estas botas.
Finalmente, e como toda a gente merece um bom bocado em casa para relaxar, nada como estes headphones e esta manta da Mr. Wonderful. Ai, ai... Quem me dera. 
- Ana


Este ano decidi facilitar o trabalho à família e essencialmente ao namorado... e, por isso, tentei manter ao máximo os pés na terra (vá, eu sei não vou receber uma câmera full frame... mas queria muito...). 

Começando pela roupa: a verdade é que ando a namorar este vestido, nas suas três cores, desde que apareceu na colecção de inverno. As sapatilhas foram um amor mais recente, mas que ficavam muito bonitinhas com o vestido que escolhi.

Não, malta, não estou a pedir uma câmera e um computador; aquilo é apenas uma capa rija para o meu, que coitado, anda com frio.  Apesar da pilha enorme de livros que tenho lá em casa para ler, fico feliz se acrescentar mais uns quantos.

Quanto ao Workshop de Fotografia de Espectáculos esse irá ser a prenda de mim para mim. Sou estudante de fotografia, e fotografar espectáculos é das coisas que me dá mais prazer, por isso penso que este workshop será uma grande mais valia na minha formação. 
- Salomé

Friday, 2 December 2016

The Sassy Xmas Giveaway



E não é que neste Natal fomos completamente invadidas pelo espírito natalício que anda por aí? Cheira-nos a velas com aroma a ginger bread, a vontade de beber chocolate quente aumenta de dia para dia, as nossas luzinhas já piscam nesta e naquela parede, e só não cai neve porque não calha.

E, nisto tudo, o que sucede? Sucede que decidimos criar, somente para vocês, o Sassy Xmas Giveaway, repleto de tudo o que é bom!

Nele vão encontrar:

  • uma bolsinha, que representa na perfeição o nosso blog (um unicat, come on!);
  • um verniz nude rosado, tão adorável que cada uma de nós não resistiu a levar um para casa, também;
  • um verniz vermelho, para propagar por vocês o nosso espírito natalício, e para, claro, soltarem a femme fatale que há dentro de vocês (nós sabemos que ela anda aí...);
  • uns sais de banho, para relaxarem (que bem merecem);
  • e, por fim, uma prenda surpresa, de tal forma surpresa, que nem nós sabemos o que é!

Para participarem, basta seguirem os passos do formulário a baixo.



a Rafflecopter giveaway


Boa sorte a todos os participantes, e boas festas!

Thursday, 1 December 2016

Makeover // Do café ao marshmallow

Como já devem ter reparado por aquilo que tem vindo a chover ultimamente ultimamente nas redes sociais, aqui a gata já não é morena. (Eu sei... Eu sei... Já vou dois dias tarde. Mas perdoem-me. Ontem fiz anos, e é muito errado fazer um post no dia de anos! Vocês sabem disso!) Não, não. Resolvi entrar em grande nos meus 26 anos, e, na véspera do meu aniversário, pus pés ao caminho até ao salão (após os cuidados apropriados que tive durante duas duras, mas duras, semanas), e lá fui eu fazer a mudança mais drástica que fiz à minha cabeleira até ao dia de hoje. 

O mais radical que havia sido com os meus lindos cachos foi tingi-los de um belo laranja cenoura, que, mesmo assim, nem durou muito; por alguma razão o meu cabelo rejeita com bastante afinco o pigmento vermelho, e torna-o demasiado seco, por muitas máscaras, baratas ou caras, boas ou más, que lhe ponha em cima -- mesmo que durma com elas (até com a tortura dos sacos de plástico a fazer de touca envolvidos...).

Bem, vamos ao que interessa...


1. A preparação:

Como o meu cabelo estava carregadinho de pigmentos vermelhos dos meus passados affairs com os tons ruivos, eles tinham, obrigatoriamente, de desaparecer, uma vez que a descoloração não seria suficiente para nos livrarmos deles. Como tal, andei a lavar, religiosamente, durante duas semanas, o meu cabelo com Head & Shoulders (por vezes, misturado com bicarbonato de sódio e a deixar a atuar durante 20 minutos - mais coisa menos coisa - sem esquecer a máscara a seguir). Já agora, há que salientar que não pintava o cabelo há cerca de 3 meses, portanto a tinta a decapar não era assim tanta quanto isso.




2. O derradeiro dia:

Comecei às 10h da manhã. Dez. Horas. Da. Manhã. Saí às 17h. Desnecessário será dizer que nunca tinha passado tanto tempo dentro de um cabeleireiro (até porque a minha rotina de beleza costuma ser "é só aparar a franja e as pontas, por favor", e sair), portanto, admito que dou uma palmadinha nas minhas próprias costas por ter aguentado estar sentada numa cadeira durante tantas horas. 




Após duas(!) descolorações, e ter estado numa espécie de nave espacial (bastante quentinha, por sinal), que não me levou a Marte, nem a qualquer sítio que se pareça, saí de lá... uma vassoura loura. 




E foi aí que a magia começou a acontecer. Claro que os segredos do ofício nunca se revelam, nem eu revelarei os que foram aplicados em mim. Só vos digo que o que estão a ver agora, nas fotos acima, é muito, muito diferente, do resultado final. Ora vejam...


3. The final outcome!






Então, o que acham? Boa, ou má loucura? Eu cá acho que comecei os 26 com o pé direito!

- Ana

Tuesday, 29 November 2016

Goodie Playground #1

E bem vindos a mais um novo cantinho aqui do The Sad Girls Club (we're on fi-aaaah!): o Goodie Playground. Este será o local onde faremos reviews e hauls de tudo e mais alguma coisa que nos vier parar às mãos (até coisas relacionadas com gaming, se calhar; nas mãos da Ana, não se admirem disso), tanto gostemos, ou não. O intuito é sermos o mais imparciais possíveis! Quiçá até não vos acabamos a ajudar com as vossas comprinhas, por aí...






No fim-de-semana passado encontrei um quiosque NYX no Forúm Coimbra e claro que não resisti em trazer para casa algumas coisinhas. A maioria dos batons que tenho são escuros, e, desta vez, queria muito um nude, mas um que não me fizesse parecer morta na minha palidez. 

A Ana tinha-me pedido que procurasse um batom para ela, mas só havia assim em kits de 3. As outras duas cores agradavam-me e, já que o Natal está aí à porta, não fazia mal comprar umas prendinhas para mim própria. E foi assim que estas belezas vieram comigo para casa.

São ambas as gamas bastante resistentes, especialmente o Lace Detail, que é também o que seca mais rápido e que se torna um pouco mais seco nos lábios que os outros três. Apesar da utilização ter sido breve, no geral, estou bastante satisfeita com a compra, mas penso que é necessário ter os lábios bem hidratados para os poder utilizar.


Lace Detail | Cherry Skies | Soft - Spoken | Vintage


- Salomé




Wednesday, 23 November 2016

Memory Lane #1

Todas as histórias têm um início. A nossa foi em Coimbra, em agosto de 2015. Por via de um amiga, que para já, se manterá no anonimato (descansem, ela será mencionada, fortemente, no futuro), aqui a gata e a unicórnio foram dadas a conhecer, em carne e osso, pela primeira vez. E o universo, como o conhecemos, implodiu.

E é deste modo que introduzimos um novo segmento deste nosso pequeno espaço: a Memory Lane. Nesta secção do blog viajaremos através de memórias e saudades que qualquer cheiro, imagem ou sonido nos possam trazer, e que possamos partilhar convosco.

Portanto, numa bela noite de verão, antecedente à viagem de ida para o acampamento do festival Paredes de Coura, a Ana e a Salomé tiveram o seu primeiro contacto na esplanada do Académico, na qual imediatamente começaram a divagar sobre os mais diversos temas de extremo interesse filosófico, como, por exemplo, gatos e crises de ansiedade.

Aqui fica um pequeno memorando fotográfico dessa nossa pequena (e primeira) aventura.


Como todo e qualquer throwback é bonito, este blog é somente um marco na história da nossa amizade.

A quem nos deixou ao frio durante uma hora às escuras: não, não nos esquecemos disso.

Tuesday, 22 November 2016

Apresentações: A Salomé.



A Salomé também é um fera especial. Para começar, tal como a gata aqui do blog, esta unicórnio não gosta de falar de si própria (novidades, novidades). Mas, já que tem de ser, e tal, vamos lá a isso.

Sou mãe de uma gata completamente desprovida de coordenação, o que, se pensarmos bem no assunto, até vem mesmo a calhar bem, porque eu própria também não tenho muita, para vos dizer a verdade.

Dicotómica dos pés à cabeça, insatisfeita crónica, e, como já dizia o Variações, "só estou bem onde não estou”. É daquelas coisas da vida.

Vivo vinte-e-quatro sobre vinte-e-quatro horas num mundo de unicórnios, póneis, gatos, princesas, super-heróis e bruxas. E gosto muito disso, porque a realidade até acaba por ser demasiada aborrecida para o meu gosto.

Depois de 4 anos numa licenciatura que não me adoçava muito o paladar, decidi especializar-me em Fotografia, e é isso que estou a fazer de momento. E, como tal, sou melhor a comunicar por imagens, do que por palavras, como seria de esperar.

Sou apaixonada por Cinema, por Moda, e com uma pilha demasiado grande de livros para ler (lá está, a típica problemática problemática do tempo livre).

Pois, não sei o que mais escrever. Resumindo, sou uma unicórnio colorida cuja cor preferida é o preto.

Sinónimo: Salomé.

Monday, 21 November 2016

Apresentações: A Ana.



A Ana é um bicho estranho. Até diria que é uma ave rara, mas a moça tem a mania que é uma gata (infelizmente, não no sentido informal, não por se achar uma gaiata bonita e interessante; mas mesmo por gostar de dormir sonecas em posições que desafiam as leis da gravidade, e por metade da sua higiene ser feita à lambidela… ou não). 

Neste momento, está a acabar (esperemos) a sua licenciatura em Design no IADE, mas os seus interesses estendem-se bem para lá dos limites dessa área. Ainda dentro do domínio da estética, a Ana gosta muito de fotografia, de ilustração, pintura, cinema (também é uma arte!)… enfim, de tudo um pouco. Mas a Ana também gosta muito de ler, apesar de não ter tanto tempo para o fazer quanto gostaria. 

Gostos à parte, eis que chega a parte de falar da personalidade da garina… é a parte chata. É que há um problema, não é fácil descrever a Ana. A Ana não gosta de falar dela. É por isso que a Ana passou este tempo todo a escrever na terceira pessoa, ao invés de se apresentar diretamente a vocês, como deveria de ser. 

A Ana é anti-social, a Ana é introvertida, a Ana consegue ser uma melga. Mas a Ana também consegue ser simpática. E divertida. E criativa. E inteligente (Ou, pelo menos, ela gosta de pensar que sim). 

Então… Aqui fica. Olá, mundo. Eu sou a Ana.

Saturday, 19 November 2016

Olá, olá.

Sigam o nosso blog com o Bloglovin!

Saltámos agora nós, então, tal D. Sebastião, do misto do névoa e do mistério, num surto de assombro para o vosso universo. Não se incomodem se nos acomodemos.

Não estranhem também a nossa presença. Estamos aqui para ficar. Se ainda não perceberam o porquê de estarmos aqui, também não tem mal, também nós ainda não o sabemos muito bem. Digamos que é uma viagem de auto e hetero-descoberta; como tudo na vida, portanto.

A única coisa que sabemos é que somos, respetivamente, uma unicórnio fabulosa e uma gata descoordenada.

O The Sad Girls Club chegou, e com ele mais surpresas virão.

Stay tuned.